Fundação Santa Terezinha

  • Full Screen
  • Wide Screen
  • Narrow Screen
  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size

Dança

Global A Dança é pensar com o corpo. E será necessário pensar com o corpo? Talvez não para sobreviver, mas sim para viver, representando uma mudança de significação dos propósitos artísticos através do tempo.

Teatro

Global Toda reflexão que tenha o drama como objeto precisa se apoiar numa tríade teatral: quem vê, o que se vê, e o imaginado. Uma estória, um contexto, uma cena, luz! Me conte uma e eu te mostro como foi. Isso é Teatro.

Artesanato

GlobalO dom da criação nas mãos de quem sabe fazer. Aprimoramento e capacitação do Artesanato popular em suas várias vertentes.

Capoeira

Template Os escravos utilizaram o ritmo e os movimentos de suas danças africanas, adaptando a um tipo de luta. Surgia assim a Capoeira, uma arte marcial disfarçada de dança.

Bem-vindo à Fundação Santa Terezinha

Ceará de lá, pra cá

E-mail Imprimir PDF

QUARTA – 22/10 - No Teatro Carlos Câmara em Fortaleza:
Temporada de Dança 
18h30 - Ceará de lá, pra cá – Grupo Parafolclórico Fulô do Sertão - Senador Pompeu/CE 

Um pot-pourri de danças típicas retrando o nosso Ceará do sertão ao litoral.

Dança em Cartaz


Pesquisa: Grupo Parafolclórico Fulô do Sertão, Mira Ira e Grupo de Tradições Cearenses
Direção Geral: Glauber Matos
Assistente de Direção: Nonata Barros
Coreografias e Direção Artística: Fabio Lessa
Figurino: Fernanda Skaranze
Repertório: Marcos Camurça e Fábio Lessa

Criado em 22 de agosto de 2009 o Grupo Parafolclórico Fulô do Sertão, de Senador Pompeu, Sertão central do Ceará vem desenvolvendo um trabalho artístico de fomento e divulgação da cultura popular , através da formação de em danças de jovens e adultos junto ao Ponto de Cultura Estação das Artes da Fundação Santa Terezinha. Com o encanto dos ritmos e a riqueza das danças populares, a montagem “Ceará de lá pra cá” tem em cena 16 dançarinos e 06 músicos, numa montagem cênica que valoriza a diversidade a beleza das nossas danças, numa suíte de coreografias cearenses e nordestinas,ressaltando o balanço dos Jangadeiros, a batida do Maneiro Pau, a pisada do Xote, a alegria da Quadrilha Junina e da umbigada do Coco.

Comemoração do Dia do Folclore

E-mail Imprimir PDF

Com o encanto de ritmos e a riqueza das danças populares, o Grupo Parafolclórico Fulô do Sertão apresenta o espetáculo “Ceará, de lá pra cá” valorizando a cultura e a beleza do nosso estado. A Terra da Luz se destaca e atrai pessoas dos quatro cantos do mundo.

Popularizar a cultura, envolver jovens e amantes da dança que tem influências indígena, africana e européia está dentro das ações do Ponto de Cultura Estação das Artes e da Fundação Santa Terezinha.

Entretanto viemos apresentar um show mistificado, com o balanço dos jangadeiros, na batida dos cacetes no Maneiro Pau, na delicadeza das Rendeiras, na pisada do Xote e nas umbigadas do Coco. Afinal o Ceará é assim: de lá pra cá e de cá pra lá.

Viva o Folclore!
Viva a Cultura!

flyer agenda 2014 10433216 997366493609173 4750989015538174686 n

Temporada Junina 2014

E-mail Imprimir PDF

A Quandrilha Fulô do Sertão iniciou sua temporada de apresentações e traz novamente um trabalho pautado pela cultura popular, este anos fomos buscar lá em Pernambuco a inspiração para nosso tema e apresentar para todo o Ceará nossa singela homenagem ao poeta, escritor, dramaturgo e mestre Ariano Suassuna e toda a riqueza do Movimento Armorial fruto da sua inquietude criativa e desejo de que os brasileiros se apoderem de um tesouro sem preço: A Cultura Popular Brasileira!

O Movimento Armorial movimenta o nosso Arraial

Nossa história começa em 1970 nas terras de Pernambuco, quando um nordestino arretado, foi buscar nas raízes da cultura brasileira os alicerces para um dos maiores movimentos culturais deste País.

Juntou num caldeirão música popular com toques de sanfona,
zabumba e triângulo, harmonizados com a doçura dos pífanos e o som forte das rabecas.

Polvilhou nessa mistura os artesanatos de palha, couro e barro!
Acrescentou pitadas de xote, xaxado, forró, coco e baião!

Temperou com os mistérios, as bravuras e as aventuranças da Literatura de Cordel!
Pediu a benção dos Santos do Povo e marcou o tacho a ferro de boi.
Clamou para si símbolos, escudos, bandeiras e brasões!
O caldeirão cultural borbulhou, ferveu e criou vida!

Vendo tudo isso ele bradou: Te batizo: Movimento Armorial!

E de lá até aqui, da semente plantada por Ariano Suassuna, orgulhosamente, vem a Quadrilha Fulô do Sertão apresentar:

"O Movimento Armorial Movimenta o nosso Arraial", onde os cantos e encantos da cultura popular invadem o terreiro de São João!

Fundação Santa Terezinha um tesouro de Senador Pompeu

E-mail Imprimir PDF

A Fundação Santa Terezinha é uma instituição voltada para o povo, não existimos sem você que busca desenvolvimento e enriquecimento cultural, nossas portas estarão sempre abertas para acolher a todos que desejem mergulhar conosco no mundo mágico da cultura.

Este vídeo é uma homenagem a todos os alunos e profissionais que tornam realidade tantos sonhos!

Junte-se a nós! Esperamos por você aqui.

Você está aqui: Início